Repositório Digital

A- A A+

As corporalidades do trabalho bailarino : entre a exigência extrema e o dançar com a alma

.

As corporalidades do trabalho bailarino : entre a exigência extrema e o dançar com a alma

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As corporalidades do trabalho bailarino : entre a exigência extrema e o dançar com a alma
Outro título Embodiment in dance : dancing with the soul or due to extreme demands
Autor Almeida, Dóris Dornelles de
Flores-Pereira, Maria Tereza
Resumo O contexto de desenvolvimento das pesquisas de corpo na Administração requer uma investigação que permita uma compreensão corporificada (não representacional) desse campo do conhecimento. Para isso, refletimos sobre estudos de corpo e corporalidades nos campos da Administração e da Dança (ballet), assim como informações de uma etnografia realizada em uma importante companhia de dança brasileira, a Dançar Companhia de Dança (nome fictício). O objetivo deste artigo é investigar como os bailarinos da Dançar corporificam (embody) seu trabalho bailarino. Apontamos para três importantes processos de corporificação do trabalho bailarino, quer sejam: a corporificação das dores e lesões, a corporificação de um tipo de corpo e de movimentação corporal e, por fim, a dificuldade de corporificar o dançar com a alma. Compreendemos que tais corporalidades se constituem a partir de um contexto mais amplo do que o da organização Dançar, pois incluem questões de hierarquia e disciplina, assim como composições sócio-histórico-culturais do campo da dança. Sob a perspectiva prática, analisamos que a exigência – organizacional e do campo da dança – por tais corporalidades acarreta tanto o uso extremo do corpo bailarino, quanto a vivência limitada da dança por esses trabalhadores artistas.
Abstract The context of research development in Management requires an investigation that allows an embodied (non-representational) understanding of this field of knowledge. Thus, we reflect on studies on body and embodiment in the fields of Management and Dance (ballet), as well as information from an ethnographic study carried out in an important dance company called Dancing Dance Company (real name withheld). The objective of this article is to investigate how dancers of Dancing Dance Company embody their dance work. The study points out three important embodiment processes present in dancers’ work in the dance company, which are: the embodiment of pain and injuries, the embodiment of a type of body and body movement, and, finally, the difficulty of embodying dancing from the soul. We understand that such corporalities are constituted from a wider context than the dance company environment since they include matters related to hierarchy and discipline as well as the socio-historical and cultural issues regarding the field of dance. From a practical perspective, we observed that demands that come either from the organization or from the field of dance have consequences, such as an extreme use of dancers’ bodies as well as a limitation of the dance experience.
Contido em Revista de administração contemporânea. Rio de Janeiro. Vol. 17, n. 6 (nov./dez. 2013), p. 720-738
Assunto Corpo
Corporalidade
Etnografia
[en] Body
[en] Dance companies
[en] Dance work
[en] Embodiment
[en] Ethnography
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/86183
Arquivos Descrição Formato
000909838.pdf (315.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.