Repositório Digital

A- A A+

Inadequações pragmalingüísticas no processo de aprendizagem de italiano como língua estrangeira por falantes de português

.

Inadequações pragmalingüísticas no processo de aprendizagem de italiano como língua estrangeira por falantes de português

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Inadequações pragmalingüísticas no processo de aprendizagem de italiano como língua estrangeira por falantes de português
Autor Scheeren, Cláudia Mendonça
Orientador Altenhofen, Cleo Vilson
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Aquisição da linguagem
Língua italiana
Pragmática
Resumo Este estudo de Doutorado, situado no âmbito da Lingüística Aplicada, insere-se na linha de pesquisa de “Aquisição da Linguagem”, deste Programa de Pós-Graduação em Letras/UFRGS, e tem por tema as “inadequações pragmalingüísticas no processo de aprendizagem de italiano como língua estrangeira por falantes de português”. Como tal o estudo pretende contribuir para o ensino e a pesquisa da pragmática da língua italiana e de sua aprendizagem como LE por aprendizes falantes nativos de português brasileiro. Por inadequações pragmalingüísticas, entenda-se, segundo Thomas (1983:99), aquilo que “ocorre quando os aprendizes não conseguem expressar-se de maneira lingüisticamente adequada”. Ao invés do termo “erro” usado por Thomas, preferimos, porém, falar de “inadequações pragmalingüísticas e sociopragmáticas” a fim de retirar a carga negativa que a palavra “erro” costuma carregar no ensino/aprendizagem de LE. São objetivos da pesquisa a) identificar e descrever o lugar e o papel que as inadequações pragmalingüísticas assumem no processo de aquisição de italiano como LE por universitários brasileiros, considerando um cenário e atos de fala específicos, b) analisar a percepção que os aprendizes têm de inadequações pragmalingüísticas na aprendizagem, bem como as conseqüências sociais ocasionadas por tais inadequações e c) contribuir dessa forma para uma didática mais adequada que contemple questões pragmalingüísticas no ensino de italiano como LE. A metodologia incluiu o levantamento de inadequações pragmalingüísticas através de DCT’s (Discourse Completion Task) escritos e a realização de entrevistas protocolares, para análise da percepção que os aprendizes têm das questões pragmáticas. A análise dos dados correlacionou a ocorrência de inadequações pragmalingüísticas com os graus de proficiência de onze aprendizes universitários dos níveis de italiano II, IV e VI. Os dados revelaram uma necessidade de ampliar, na prática de sala de aula e na concepção de língua dos aprendizes, o foco da aprendizagem envolvendo não apenas aspectos da pronúncia, do léxico e da gramática, mas também e justamente da pragmática de uso da língua na sua relação com o contexto situacional. Como primeira conclusão, o estudo mostrou, portanto, a importância de redimensionar a concepção de língua de uma perspectiva monolítica que a vê como um código único, a uma visão multifacetada que reconhece estilos ou línguas dentro da língua, enfim variedades cuja escolha é determinada pela situação de uso e pela cultura. Uma segunda conclusão referiu-se à percepção dos falantes, dada pela correlação observada entre a ocorrência de inadequações pragmalingüísticas e o grau de proficiência dos aprendizes na LE. Por fim, um terceiro aspecto conclusivo, ligado à questão dos fatores subjacentes à produção das inadequações pragmalingüísticas, diz respeito ao papel da transferência de estruturas da LM para a LE. Concluindo, tem-se a convicção de ter contribuído de maneira substancial para a compreensão do processo de aquisição de LE, mais precisamente no contexto universitário de ensino de italiano a aprendizes brasileiros.
Abstract This doctoral dissertation in the field of Applied Linguistics is inserted in the research area of "Language Acquisition" of the Letras Graduate Program/UFRGS and "pragmalinguistic inappropriateness in Italian as second language learning process by Portuguese speakers" is its main topic. As such, this study intends to contribute to the teaching and the research of the Italian language pragmatics and its learning process as a second language by Brazilian Portuguese native speakers. According to Thomas (1983:99), we understand as pragmalinguistic inappropriateness something that "occurs when the learners do not manage to express themselves in a linguistically adequate way". Instead of the term "error" used by Thomas, we would prefer to use "pragmalinguistic and social pragmatic inappropriateness" in order to avoid the negative meaning of the word "error" in second language teaching/learning. The goals of this research are: a) to identify and describe the place this pragmalinguistic inappropriateness takes and the role it plays in Italian as second language acquisition process by Brazilian college students, considering specific setting and speech acts, b) to analyse learners' perception of the pragmalinguistic inappropriateness in the learning process, as well as the social consequences caused by such inappropriateness and c) to contribute to a more suitable teaching method that may cope with pragmalinguistic issues in teaching Italian as a second language. The methodology included the collection of pragmalinguistic inappropriateness through written DCT's (Discourse Completion Task) and the making of protocolar interviews as a means to analyse learners' perception of pragmatic issues. The data analysis correlated the occurrence of pragmalinguistic inappropriateness to the proficiency degrees of eleven Italian college learners from levels II, IV and VI. The data revealed the need for widening the learning focus in classroom practices and in the learners' conception of language, involving not only pronunciation, lexical and grammatical aspects, but also the language usage pragmatics in its relation to the situational context. As a first conclusion, the study presented, therefore, the importance of redimensioning the conception of language from a monolitical perspective which sees it as an only code, a multifaced view that recognizes styles and languages within the language, varieties whose choice is determined by usage situation and by culture. A second conclusion referred to the learners' perception, given by the correlation noticed between the occurrence of pragmalinguistic inappropriateness and the learners' second language proficiency degrees. As a third conclusive aspect, linked to the issue of subjacent factors to the pragmalinguistic inappropriateness production, is concerned to the role of transferring structures from native language to the second language. Concluding, we hope to have contributed, in a substancial way, to the understanding of second language acquisition process, more precisely in the university context of Italian teaching to Brazilian learners.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/8640
Arquivos Descrição Formato
000584672.pdf (742.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.