Repositório Digital

A- A A+

Imunoexpressão de Ki-67 e marcação de AgNOR no fronte de invasão tumoral do carcinoma espinocelular de boca e sua correlação com as características clínico-morfológicas dos pacientes tratados no período 2000-2010 no Instituto Nacional del Cáncer de Montevideo - Uruguay

.

Imunoexpressão de Ki-67 e marcação de AgNOR no fronte de invasão tumoral do carcinoma espinocelular de boca e sua correlação com as características clínico-morfológicas dos pacientes tratados no período 2000-2010 no Instituto Nacional del Cáncer de Montevideo - Uruguay

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Imunoexpressão de Ki-67 e marcação de AgNOR no fronte de invasão tumoral do carcinoma espinocelular de boca e sua correlação com as características clínico-morfológicas dos pacientes tratados no período 2000-2010 no Instituto Nacional del Cáncer de Montevideo - Uruguay
Outro título Immunohistochemical expression of Ki-67 and AgNOR marking the forehead of tumor invasion (FIT) of squamous cell carcinoma and correlation with clinical and morphological parameters
Autor Cortegoso, Aurita Veronica Beovide
Orientador Rados, Pantelis Varvaki
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Odontologia. Programa de Pós-Graduação em Odontologia.
Assunto Câncer
Neoplasia bucal
Proliferação celular
Resumo O objetivo deste trabalho foi avaliar o número de AgNORs por núcleo e a expressão de Ki-67 no fronte de invasão tumoral e sua correlação com os parâmetros clínicos (TNM), morfológicos (fronte de invasão tumoral, graduação histopatológica), do carcinoma de células escamosas da mucosa bucal. Foram incluídos 48 pacientes de um total de 109 pacientes analisados no período de 2000 a 2010. A idade média foi de 63 anos, a língua a localização mais comum representando 41,7% dos casos, e 79,2% dos casos eram os homens. Todos diagnosticados e tratados no Instituto Nacional do Câncer de Montevideo, Uruguai. Todos os espécimes incluídos neste estudo deviam ter presente o fronte de invasão (FIT) claramente demonstrado com uma faixa de ilhas de tecido conjuntivo adjacente. Todas as amostras foram obtidas da peça de ressecção do tumor e foram submetidas ás técnicas de hematoxilina/eosina, imunoistoquímica para anticorpo Ki-67 e técnica de AgNOR. Observou-se uma correlação significativa nos Carcinomas Espinocelulares localizados em áreas de alto risco (língua, assoalho da boca e trígono retromolar) em comparação com as áreas de baixo risco (mucosa labial, gengiva, palato), por meio da marcação de AgNOR (p=0,0085). Neste estudo foi encontrada uma associação do tamanho do tumor para T2 e T3 com a sobrevida dos pacientes (p=0,036). Na área de invasão tumoral foi observado que os pacientes com padrão IV do FIT apresentam 60% de grau III de diferenciação celular de acordo com a OMS, 80% eram T3 e 80% evoluíram para óbito. A média de células positivas para Ki-67 foi de 22,3% ±11.89. O padrão I-IV de FIT expressam positividade para Ki-67 com uma relação inversa (p<0,032). Não foi observada associação entre os parâmetros de proliferação celular estudados com o tipo de fronte de invasão tumoral, nem com o grau de diferenciação celular.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/87176
Arquivos Descrição Formato
000910295.pdf (760.8Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.