Repositório Digital

A- A A+

Pobre diabo, cidade e favor : uma análise de "Os Ratos"

.

Pobre diabo, cidade e favor : uma análise de "Os Ratos"

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Pobre diabo, cidade e favor : uma análise de "Os Ratos"
Autor Silva, Tatiana Tavares da
Orientador Araújo, Homero José Vizeu
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Literatura brasileira
Literatura sul-rio-grandense
Machado, Dyonélio 1895-1985. Os ratos
Romance
Resumo Este trabalho tem por objetivo analisar a figura do pobre diabo no romance Os ratos, de Dyonélio Machado, olhar atentamente para as principais críticas que já foram feitas sobre a obra e, a partir delas, traçar novos caminhos de análise. Foram escolhidos os textos de José Paulo Paes, Fernando Gil e Luís Bueno como ponto de partida. Os principais aspectos para os quais olhei foram: a situação do pobre diabo dentro do contexto histórico da década de 1930; a influência da urbanização das cidades para a classe média baixa sem posses; e as relações de favor estabelecidas por uma camada da população que não conseguia se enquadrar dentro de uma nova ordem imposta pela sociedade moderna. Dentro das estratégias de análise, estão a criação de um sumário para os capítulos do romance de Dyonélio Machado, visto que na obra eles são apenas enumerados, e a montagem de duas tabelas que mostram a trajetória do protagonista da narrativa, Naziazeno Barbosa. Por último, este trabalho analisa a evolução do personagem do pobre diabo dentro da obra dyoneliana, tendo como base os contos de Um pobre homem, livro publicado em 1927. Os resultados mostraram que o pobre diabo Naziazeno divide o protagonismo de Os ratos com outro personagem: a cidade. Ela, com suas novas características trazidas pela urbanização, dá o tom da desgraça de Naziazeno e mostra a ele, a todo momento, que não há forma de uma pessoa como ele, sem tostões no bolso, se encaixar na nova engrenagem da sociedade moderna. A respeito do personagem principal, Naziazeno, este trabalho demonstrou que se trata de um pobre diabo que não enxerga o trabalho como caminho para uma vida mais tranquila, pois prefere apoiar-se no favor e na solidariedade que os outros eventualmente possam ter para com ele. Em relação ao autor, Dyonélio Machado, a pesquisa concluiu que desde os primeiros personagens pobre diabos criados por ele, de Um pobre homem a Os ratos houve uma grande evolução não somente na caracterização de personagens e cenas, mas principalmente no estilo de narrador adotado.
Abstract The following essay aims to analyze the poor devil's role on Os ratos (The rats), a novel by Dyonélio Machado, as well as to take a closer look at the main reviews the book has already gotten and starting from them to trace new paths for analysis. As a starting point written essays by José Paulo Paes, Fernando Gil and Luís Bueno were selected. The main aspects in focus in this work include: the poor devil's role within the historical context of the 1930s, the influence of urban growth on poor lower middle class and the favor relationships established by a part of the population who could not fit into the new order set up by modern society. Within the analytic strategies used are the set-up of a summary for Dyonélio Machado's romance's chapters, taking into account these are just numbered in the book, and also the set up of two charts showing the path followed in the narrative by the main character, Naziazeno Barbosa. At last, this essay analyzes the poor devil's character within the work of Dyonélio Machado, based on the short stories of Um pobre homem (A poor man), published in 1927. The results have showed that the poor devil Naziazeno shares its protagonism in Os ratos with another character: the city. With its new characteristics brought together by urbanization, the city sets the mood for Naziazeno's disgrace and keeps pointing to him at all times there is no way someone like him, without a penny to his name, to fit into the new mechanics of modern society. On account of the main character, Naziazeno, the current essay has shown him to be a poor devil who can't seem to take work as a path to a more relaxed life, preferring to depend on the favors and the sympathy others may have going for him. Regarding the author, Dyonélio Machado, the research has found out that ever since the early poor devil characters conceived by him on Um pobre homem all the way to Os ratos there has been a great evolution, not only in the way they are described but specially concerning the style of narrator taken on by him.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/88325
Arquivos Descrição Formato
000911554.pdf (645.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.