Repositório Digital

A- A A+

Internacionalização da produção científica em Ciencias Biologicas da UFRGS : 2000-2011

.

Internacionalização da produção científica em Ciencias Biologicas da UFRGS : 2000-2011

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Internacionalização da produção científica em Ciencias Biologicas da UFRGS : 2000-2011
Autor Santin, Dirce Maria
Orientador Stumpf, Ida Regina Chitto
Co-orientador Vanz, Samile Andrea de Souza
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Bibliometria
Ciências biológicas
Internacionalização
Produção científica
[en] Bibliometrics
[en] Biological sciences
[en] Internacionalization
[en] Scientific production
[en] Universidade Federal do Rio Grande do Sul
Resumo O trabalho analisou, com base em indicadores bibliométricos, a internacionalização da produção científica em Ciências Biológicas da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) publicada na forma de artigos no período de 2000 a 2011 em periódicos indexados no Science Citation Index da Web of Science (WoS). A internacionalização foi examinada sob três dimensões principais: difusão, colaboração e impacto internacional. Fazem parte da análise os artigos indexados em 33 categorias de assunto da WoS selecionadas para a pesquisa e que contêm pelo menos um autor vinculado à UFRGS no campo Address dos registros bibliográficos. Os 5.168 artigos analisados revelam a atividade e o crescimento significativo da produção científica no período, com prevalência de algumas áreas e de autores a elas associados. Os indicadores de difusão internacional demonstram forte preferência dos autores vinculados às Ciências Biológicas da UFRGS pelos periódicos estrangeiros, que representam 96,5% dos títulos utilizados para publicação e procedem especialmente dos EUA, da Inglaterra e da Holanda. O uso do idioma inglês foi elevado e ocorreu em 94,8% das publicações. A publicação dos artigos ocorreu em 37 países, incluindo o Brasil, e a proporção de artigos veiculados em periódicos estrangeiros foi de 81,9%. Os indicadores de colaboração internacional revelam a predominância da coautoria, registrada em 99,2% das publicações. A colaboração internacional ocorreu em 1.158 artigos, que correspondem a 22,4% do total, mostrando-se inferior aos índices nacionais verificados em estudos anteriores, mas próxima das médias globais de coautoria identificadas nas últimas décadas. Os artigos publicados em colaboração internacional foram produzidos com autores de 84 países, além do Brasil. EUA e Argentina foram os principais países colaboradores, seguidos de Alemanha, França e Reino Unido. As principais instituições estrangeiras colaboradoras foram Universidad de Buenos Aires, University of California, Harvard University, University of North Carolina e University of Texas. Em relação ao nível de colaboração, prevalece a colaboração bilateral, embora a colaboração multilateral também indique a participação das Ciências Biológicas da UFRGS nas pesquisas da chamada Big Science. Os indicadores de impacto internacional revelam um conjunto significativo de documentos que citaram a produção científica em Ciências Biológicas da UFRGS no período de 2000 a 2013, formado prioritariamente por artigos publicados em periódicos estrangeiros, utilizando o idioma inglês. Os principais periódicos citantes foram PLOS One, Brain Research, Behavioural Brain Research, Neurochemical Research e Neuroscience. Os documentos internacionais representaram 77,8% das citações, com destaque para publicações oriundas de países como EUA, China, Reino Unido e Alemanha. Os artigos publicados pela UFRGS nesta área foram citados em publicações de 168 países, indicando a diversidade geográfica do impacto obtido no meio científico internacional. Entre as principais instituições estrangeiras de filiação dos autores citantes destacam-se University of California, Harvard University, University of Texas e Chinese Academy of Sciences. Os resultados revelam que as Ciências Biológicas da UFRGS acompanham as tendências de publicação internacional e integram-se às pesquisas realizadas no contexto global. Entretanto, a internacionalização da ciência praticada nesta área na Universidade pode ser ampliada com o incremento do número de parcerias e acordos de cooperação internacional.
Abstract The study analyzed, based on bibliometric indicators, the internationalization of scientific production in Biological Sciences at Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS) published in the form of articles in the period 2000-2011 in journals indexed in the Science Citation Index of Web of Science (WoS). Internationalization was examined under three main dimensions: international diffusion, collaboration and impact. It was part of the analysis the articles indexed on 33 subject categories of WoS selected for the study and that contain at least one author UFRGS linked to in the Address field of the bibliographic records. The 5,168 articles analyzed showed the activity and significant growth of scientific production in the period, with a prevalence of some areas and authors associated with them. Indicators of international diffusion show strong preference of authors linked to the Biological Sciences of UFRGS for foreign journals, which represent 96.5% of the titles used for publication and come especially from the USA, England and the Netherlands. The use of English was high and occurred in 94.8% of publications. The publication of articles occurred in 37 countries, including Brazil, and the proportion of articles published in foreign journals was 81.9%. Indicators of international collaboration reveal the prevalence of co-authorship, registered in 99.2% of publications. International collaboration occurred in 1,158 articles, which represent 22.4% of the total, being lower than the national rates observed in previous studies, but close to the global average coauthoring identified in recent decades. The articles published in international collaboration were produced with authors from 84 countries besides Brazil. USA and Argentina were the main collaborators, followed by Germany, France and the UK. The main foreign institutions collaborators were Universidad de Buenos Aires, University of California, Harvard University, University of North Carolina and University of Texas. Regarding the level of cooperation, bilateral cooperation prevails, although multilateral cooperation also indicates the participation of Biological Sciences at UFRGS on researches of the so-called Big Science. The international impact indicators reveal a significant number of documents that cited the scientific production in Biological Sciences at UFRGS in the period from 2000 to 2013, formed primarily by articles published in foreign journals, using the English language. The main journals were citing PLOS One, Brain Research, Behavioural Brain Research, Neurochemical Research and Neuroscience. International documents represented 77.8% of the citations, highlighting documents from countries such as USA, China, UK and Germany. The articles published in this area by UFRGS were cited in publications from 168 countries, indicating the geographic diversity of the impact achieved in the international scientific community. Among the major foreign institutions of affiliation of authors citing highlight University of California, Harvard University, University of Texas, and Chinese Academy of Sciences. The results reveal that the Biological Sciences at UFRGS follow the trends of international publishing and integrate the research conducted in the global context. However, the internationalization of science practiced in this area at the University can be expanded with the increase in the number of partnerships and international cooperation agreements.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/88902
Arquivos Descrição Formato
000914403.pdf (1.601Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.