Repositório Digital

A- A A+

A agência das mulheres na Guiné do Cabo Verde entre o fim do século XVI e o início do XVII no contexto de hibridismo cultural

.

A agência das mulheres na Guiné do Cabo Verde entre o fim do século XVI e o início do XVII no contexto de hibridismo cultural

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A agência das mulheres na Guiné do Cabo Verde entre o fim do século XVI e o início do XVII no contexto de hibridismo cultural
Autor Scholl, Camille Johann
Orientador Macedo, José Rivair
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de História: Licenciatura.
Assunto Guiné do Cabo Verde
Hibridismo cultural
Mulheres
[en] Cultural hybridity
[en] Guinea of Cape Verde
[en] Women
Resumo Esta pesquisa trata sobre a agência das mulheres dentro do contexto dos encontros afroatlânticos na região da Guiné do Cabo Verde, mostrando como se processou a formação de uma sociedade que tem como característica o hibridismo cultural, na passagem do século XVI para o XVII. As fontes utilizadas foram o “Tratado Breve dos Rios de Guiné do Cabo-Verde”, escrito pelo Capitão e Prático da Guiné André Álvares D’Almada, em 1594 e a documentação administrativa do Império Português na África que compõe a “Monumenta Missionária Africana” e a “Portugaliae Monumenta Africana”. A pesquisa tem como argumento que a agência das mulheres se deve às características legadas das sociedades autóctones, ao perceber a permanência de lógicas tradicionais africanas, em específico, a matrilinearidade, dentro de uma sociedade afro-portuguesa, defendendo essa como uma forma de protagonismo africano.
Abstract This research is about women’s agency in the context of afro-atlantic meetings in Guinea of Cape Verde, showing how was processed the formation of a society characterized by the process of cultural hybridity, during the passage of the 16ths to the 17 ths. The historical sources used were “The Brief Treatise on the rivers of Guinea”, written by the Capitain and pilot André Álvares D’Almada, in 1594 and also the administrative documentation of the Portuguese Empire in Africa which composes the “Monumenta Missionária Africana” and “Portugaliae Monumenta Africana”. This research defends that the women’s agency is due to the particulars inherited from autochthonous societies, matrilinearity in specific , and notices the continuities of this African tradicional logics in afro-portuguese society and defends that as a way of african role.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/90310
Arquivos Descrição Formato
000914828.pdf (463.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.