Repositório Digital

A- A A+

Caracterização sedimentológica e estratigráfica de reservatórios mistos do albiano da plataforma de regência, porção terrestre da Bacia do Espírito Santo, Brasil

.

Caracterização sedimentológica e estratigráfica de reservatórios mistos do albiano da plataforma de regência, porção terrestre da Bacia do Espírito Santo, Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Caracterização sedimentológica e estratigráfica de reservatórios mistos do albiano da plataforma de regência, porção terrestre da Bacia do Espírito Santo, Brasil
Autor Beggiato, Lucas Duarte
Orientador De Ros, Luiz Fernando
Co-orientador Scherer, Claiton Marlon dos Santos
Data 2013
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Geociências. Programa de Pós-Graduação em Geociências.
Assunto Espírito Santo, Bacia do (ES e BA)
Estratigrafia de sequencias
Formação são mateus
Sedimentologia
[en] Barra Nova group
[en] Depositional system
[en] Espirito Santo basin
[en] Mixed siliciclastic-carbonate system
[en] Regencia platform
[en] São Mateus formation
[en] Sequence stratigraphy
Resumo A constante intercalação entre rochas siliciclásticas, carbonáticas e hibridas gerou complexos reservatórios de petróleo na seção albiana (Grupo Barra Nova) da plataforma de Regência, porção emersa da bacia do Espírito Santo. O principal objetivo do trabalho é compreender o ambiente deposicional da sucessão sedimentar mista carbonática-siliciclástica albiana do Grupo Barra Nova nesta área e os fatores que condicionam a qualidade dos seus reservatórios. As rochas que compõe a sucessão estudada foram caracterizadas como rochas siliciclásticas, compostas por mais de 2/3 de grãos siliciclásticos, rochas carbonáticas, compostas por mais de 2/3 de grãos aloquímicos, e rochas hibridas, que possuem entre 1/3 e 2/3 de grãos siliciclásticos, sendo o restante de aloquímicos. Os grãos siliciclásticos são angulosos, mal a moderadamente selecionados, ricos em feldspatos, granadas e pesados, derivados de depósitos de primeiro ciclo, indicando transporte e deposição rápidos. Os grãos carbonáticos se encontram retrabalhados, apresentando abrasão dos envelopes dos oncolitos. A presença constante de grãos carbonáticos, inclusive nas rochas siliciclásticas, indica que as fábricas carbonáticas de água rasa eram permanentemente atuantes durante toda a deposição da sucessão analisada. Fatores como a re-deposição dos grãos carbonáticos, a intercalação caótica entre rochas carbonáticas, siliciclásticas e híbridas além do domínio de rochas maciças indicam que a deposição ocorreu principalmente por fluxos gravitacionais. Apesar da alta frequência de intercalação, foi possível reconhecer sequencias através da correlação entre as fácies e os perfis elétricos. Sequencias de 4ª ordem foram definidas pelo empilhamento de siliciclásticos finos, gradando a siliciclásticos grossos, a arenitos híbridos, culminando em carbonatos no topo. Mudanças climáticas e a variação relativa do nível do mar (influenciado pela tectônica salífera) controlaram o domínio de depósitos carbonáticos ou siliciclásticos. Durante períodos secos e de mar alto, havia aumento da fábrica carbonática enquanto períodos úmidos e de nível de mar baixo o aporte de siliciclásticos era preponderante.
Abstract The constant intercalation between siliciclastic, carbonatic and hybrid rocks generated complex petroleum reservoirs in Albian section (Barra Nova Group) of Regencia platform, onshore portion of Espirito Santo Basin. The main purpose of this work is to understand the depositional environment of Albian Barra Nova Group mixed carbonate-siliciclastic sedimentary sequence and the main factors that control the quality of the reservoirs. The rocks that constitute the succession were characterized as siliciclastic rocks, composed of more of 2/3 of siliciclastic grains, carbonate rocks, composed of more of 2/3 of carbonate allochem grains, and hybrid rocks, composed of between 1/3 and 2/3 of siliciclastic, being the remaining carbonate grains. Siliciclastic grains are angular, badly to moderately sorted, rich in feldspars, garnets and other heavy minerals, derived from first-cycle deposits through fast transport and deposition. Carbonate grains are reworked, commonly showing abrasion of the envelopes of oncolites. The constant presence of carbonate grains, even in the siliciclastic rocks, shows that the shallow water carbonate factory was permanently in activity during the whole deposition of the succession. The re-deposition of carbonate grains, the chaotic interbedding between carbonate, siliciclastic and hybrid rocks, and the dominance of massive rocks indicate that gravity flows were responsible for the transportation of the sediments. Although for the high frequency of intercalation, depositional sequences were identified through the correlation between facies analysis and well logs. 4th order sequences were defined, beginning with fine siliciclastic, grading to coarse siliciclastic to the top, followed by hybrid arenites, and culminating in carbonates at the top. Climatic changes and eustatic variation (induced by salt tectonics) controlled the sedimentation of siliciclastics and carbonates. During dry periods with high sea level the domine were of carbonatic sedimentation while wet periods with low sea level the supply of siliciclastic were abundant.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/94674
Arquivos Descrição Formato
000915712.pdf (7.176Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.