Repositório Digital

A- A A+

Risco ocupacional e os tripulantes de navios na bacia da Lagoa dos Patos

.

Risco ocupacional e os tripulantes de navios na bacia da Lagoa dos Patos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Risco ocupacional e os tripulantes de navios na bacia da Lagoa dos Patos
Autor Freitas, Paulo Ricardo Bandeira
Orientador Leal, Ondina Maria Fachel
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Filosofia e Ciências Humanas. Curso de Ciências Sociais: Bacharelado.
Assunto Ambiente de trabalho
Antropologia do trabalho
Transporte de cargas perigosas
Resumo Esta pesquisa foi desenvolvida a bordo de embarcações tanques de navegação interior, que operam com transporte de produtos químicos e derivados de petróleo na Lagoa dos Patos. Na tradição etnográfica de observação participante e entrevistas não estruturadas, buscou compor uma visão da vida a bordo destes navios tanques, apresentando uma descrição do ambiente da embarcação e do convívio entre os tripulantes, as relações que se estabelecem enquanto estão embarcados. Focou na percepção dos tripulantes a respeito dos riscos a que estão expostos e nas noções de segurança difundidas entre eles na tentativa de controlar os riscos e perigos a que estão expostos. A noção de risco desenvolvida no presente estudo foi ancorada no trabalho de Mary Douglas e Aaron Wildavski (2012) e a noção de cultura de segurança foi usada no sentido empregado por Knauth e Leal (2012). Tomando a noção de instituição total de Goffman (2003), esta pesquisa levanta questões a respeito da instituição “embarcação” e sobre a organização e estrutura dos processos de trabalho nessas condições de isolamento e de convivência intensa entre os embarcados.
Abstract This research was carried on board a cargo tank ship which operates with the transportation of chemical and oil products in the Lagoa dos Patos, in South Brazil. In the ethnographic tradition, making use of structured participant observation and informal interviews, this study sought to compose a view of the everyday life in the boat, presenting a description of the vessel and its crew, the sailors’ interactions, its hierarchies, their daily work routines, the crew´s perceptions of risk and of the dangers to which they are exposed, and their safety culture. The notion of risk developed in this study was anchored in the work of Mary Douglas and Aaron Wildavski (2012 ) and the concept of safety culture was employed in the sense used by Knauth and Leal (2012). Moreover, in line with Goffman’s notion of total institution, this study approaches the ship as an institution with its managing structure and working routines, isolated, separated from in-land life, for long periods of time, building its own social organization.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/94991
Arquivos Descrição Formato
000915272.pdf (1.945Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.