Repositório Digital

A- A A+

Comunicação do diagnóstico : implicações no tratamento de adolescentes doentes crônicos

.

Comunicação do diagnóstico : implicações no tratamento de adolescentes doentes crônicos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Comunicação do diagnóstico : implicações no tratamento de adolescentes doentes crônicos
Autor Oliveira, Viviane Ziebell de
Oliveira, Manoela Ziebell de
Gomes, William Barbosa
Gasperin, Carolina
Resumo O estudo descreve, interpreta e discute aspectos comunicativos presentes na relação médico-paciente no atendimento de adolescentes portadores de doenças orgânicas crônicas. Foram entrevistados 15 médicos (generalistas e especialistas), 18 adolescentes portadores de doenças crônicas (13 com fibrose cística e cinco com outras doenças), 16 mães, e dois pais. As entrevistas semi-estruturadas foram gravadas, transcritas e analisadas segundo os três passos característicos da análise fenomenológica: descrição qualitativa, indução lógica e interpretação. Os resultados discutem as dificuldades da comunicação de más notícias e as implicações de equívocos nestes procedimentos que podem vir a prejudicar a adesão ao tratamento. As conclusões ressaltam o papel do psicólogo na equipe de saúde, oportunizando melhores condições para o desenvolvimento psicológico destes pacientes, auxiliando na comunicação médico-paciente e favorecendo a adesão ao tratamento.
Abstract This study describes, interprets and discusses communicative aspects of physician-patient relations in the treatment of adolescents with chronic organic illnesses. Fifteen physicians (generalists and specialists), 18 adolescents (13 with cystic fibrosis and five with other chronic organic diseases), 16 mothers and two fathers, were interviewed. Semistructured interviews were recorded, transcribed and analyzed according to three characteristic phenomenological steps: qualitative description, logical induction and interpretation. The results discuss the difficulties in communicating bad news and the implications of mistakes in such procedures, which may endanger the adhesion to treatment. The conclusions highlight the psychologist part in the health team, offering better conditions to the psychological development of these patients, helping in physician-patient communication and co-operating on treatment adhesion.
Contido em Psicologia em estudo. Maringá. Vol. 9, n. 1 (jan./abr. 2004), p. 9-17
Assunto Adolescente
Doenças crônicas
Relacão médico-paciente
[en] adolescence
[en] chronic organic disease
[en] physician-patient relation
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/95243
Arquivos Descrição Formato
000415404.pdf (104.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.