Repositório Digital

A- A A+

Características bioquímicas da quitotriosidase de indivíduos normais e pacientes com doença de gaucher com e sem tratamento

.

Características bioquímicas da quitotriosidase de indivíduos normais e pacientes com doença de gaucher com e sem tratamento

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Características bioquímicas da quitotriosidase de indivíduos normais e pacientes com doença de gaucher com e sem tratamento
Autor Garcia, Cristina da Silva
Orientador Coelho, Janice Carneiro
Co-orientador Wajner, Alessandro
Data 2012
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Farmácia. Curso de Farmácia.
Assunto Farmácia
Resumo A quitotriosidase (QT) encontra-se com sua atividade elevada em algumas doenças lisossômicas de depósito. Sendo assim, esta enzima pode ser utilizada como marcador no diagnóstico bioquímico. O objetivo deste trabalho foi estabelecer e comparar os parâmetros bioquímicos (Km, Vmáx, pH ótimo e estabilidade térmica) da QT em indivíduos com Doença de Gaucher (G) antes e depois (TG) de instituído o tratamento por reposição enzimática de modo a observarmos se ocorre uma mudança em seu comportamento. A atividade da QT foi medida em plasma utilizando-se o substrato artificial 4-metilumbeliferil-β-D-NN’N’’-triacetilquitotriosideo. Para determinação do pH ótimo variamos o pH da reação entre 3,5 a 6,8. O Km e a Vmáx foram determinados com concentrações de substrato 0,005 a 0,02mM para indivíduos normais (C), pacientes G e TG. Para os estudos de estabilidade térmica, as amostras foram pré-incubadas durante 1, 3, 5, 10 e 15 min a 50° C e 1, 3 e 5min a 60º C, na ausência de substrato. A reação enzimática foi então incubada a 37°C. Conseguimos diferenciar o grupo C do G de acordo com o Km, Vmáx e estabilidade térmica a 50 e 60°C, diferenciamos o grupo C do TG de acordo com o Km e estabilidade térmica a 60°C e diferenciamos o grupo G do TG de acordo com a Vmáx da reação. Sendo assim, a não ser através da medida da Vmáx da reação enzimática, não foi possível distinguir indivíduos com e sem tratamento ou mesmo observar a eficiência deste através de medidas de parâmetros bioquímicos desta enzima.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96066
Arquivos Descrição Formato
000898664.pdf (828.7Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.