Repositório Digital

A- A A+

Relações florísticas da vegetação lenhosa nas Florestas com Araucária no Sul do Brasil

.

Relações florísticas da vegetação lenhosa nas Florestas com Araucária no Sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relações florísticas da vegetação lenhosa nas Florestas com Araucária no Sul do Brasil
Outro título Floristic relations of woody vegetation in Araucaria forests in southern Brazil
Autor Streit, Helena
Orientador Duarte, Leandro da Silva
Co-orientador Carlucci, Marcos Bergmann
Data 2013
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Biociências. Curso de Ciências Biológicas: Bacharelado.
Assunto Araucaria angustifolia
Composição florística
Sudeste, Serra do (RS)
[en] Araucaria forest
[en] Environmental similarities
[en] Floristic composition
[en] Forest expansion
Resumo A floresta com araucária é encontrada formando áreas contínuas em contato com campo nativo nos estados do Sul e Sudeste do Brasil. Apesar do Planalto Sul-Brasileiro ser amplamente reconhecido como o limite sul da floresta com araucária, há registros da ocorrência de Araucaria angustifolia juntamente com Podocarpus lambertii, formando dosséis contínuos em áreas da Serra do Sudeste, bem como em manchas florestais em avanço sobre campo nativo. Apesar da presença da araucária, as florestas da Serra do Sudeste são classificadas de maneira geral como estacionais. Nosso objetivo foi analisar as relações florísticas e similaridades ambientais entre as florestas com araucária na Serra do Sudeste com a floresta com araucária no seu limite amplamente aceito e com outras formações florestais do entorno, como as florestas estacionais e atlânticas. Verificamos uma separação entre as florestas com araucária e as florestas da Serra do Sudeste através de fatores ambientais como altitude, precipitação e temperatura. O padrão de agrupamento de sítios foi influenciado também pelas diferentes composições florísticas das diferentes regiões. Mesmo com a ocorrência de A. angustifolia e P. lambertii em sítios da Serra do Sudeste, essas florestas possuem composição florística diferente daquelas do restante da distribuição da floresta com araucária no sul do Brasil.
Abstract Araucaria forest occurs in continuous areas in contact with Campos grassland in the South and Southeast of Brazil. Although South Brazilian Plateau is widely recognized as the southern limit of Araucaria forest, the occurrence of araucaria has already been registered along with Podocarpus lambertii, forming continuous canopies in areas of Serra do Sudeste and also in forest patches in expansion over Campos grassland. Despite the presence of Araucaria angustifolia, the forests of Serra do Sudeste are generally classified as seasonal forests. We aim to analyze the floristic relationships and environmental similarities among the Araucaria forests in Serra do Sudeste with Araucaria forest at its limit widely accepted and with other forest formations around as seasonal and Atlantic forests. We verified a divergence between Araucaria forests and the forests of Serra do Sudeste by environmental factors such as altitude, rainfall and temperature. The grouping pattern of sites was also influenced by different floristic composition of different regions. Even with the occurrence of A. angustifolia and P. lambertii at Serra do Sudeste, these forests have different floristic composition from those of the rest of the distribution of Araucaria forest in southern Brazil.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/96773
Arquivos Descrição Formato
000919164.pdf (659.0Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.