Repositório Digital

A- A A+

Navegação hidroviária interior no RS : vantagem econômica comparada aos outros modais e implantação do calado sazonal

.

Navegação hidroviária interior no RS : vantagem econômica comparada aos outros modais e implantação do calado sazonal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Navegação hidroviária interior no RS : vantagem econômica comparada aos outros modais e implantação do calado sazonal
Autor Cunha, Gilberto Teixeira da
Orientador Nodari, Christine Tessele
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Produção.
Assunto Hidrovias : Aspectos econômicos
Hidrovias : Rio Grande do Sul
Vias de navegação interior
[en] Comparing different modes of transport
[en] Retention curves rainfall stations
[en] Seasonal draught in the Patos lagoon and lake Guaíba
[en] Transportation waterways inside the RS
Resumo O Rio Grande do Sul possui um grande potencial para a navegação interior devido à extensão de sua rede hidrográfica de quase 2200 km, sendo 930 km navegáveis. Aliado a isto, na última década o estado apresentou um crescimento econômico em relação ao Produto Interno Bruto (PIB) de 167,2 %, segundo a Fundação de Economia e Estatística/RS. Mesmo com estas condicionantes favoráveis constata-se que o modelo atual da estrutura logística da movimentação de cargas continua a não privilegiar o setor hidroviário interior. Tendo em vista estes aspectos, esta dissertação apresenta um estudo cujos objetivos são: (i) identificar a representatividade do modal hidroviário interior em relação à movimentação de cargas, destinadas à exportação e importação, da metade norte do Rio Grande do Sul aos principais terminais privados hidroviários e ao porto público, localizados na cidade de Rio Grande; (ii) comparar o modal hidroviário com seus principais concorrentes, os modais rodoviário e ferroviário e (iii) avaliar o impacto econômico da adoção do calado sazonal. Para a comparação dos modais foram escolhidos três parâmetros que estabelecem custos em relação à tonelada quilometro transportada, são eles: custo médio de operação; custo despendido com combustíveis; e custos sociais. Após as informações coletadas foram processadas e analisadas, possibilitando identificar os custos gerados por cada modal. Na comparação destaca-se que o custo dos modais rodoviário e ferroviário são respectivamente 1541% e 405% maior do que o hidroviário interior e que a carga movimentada pelos três modais, em 2011, representou um custo total de R$ 1,79 bilhões, ou seja, 0,65% do PIB estadual. Na avaliação da adoção do calado sazonal foi estudado o possível ganho em termos de capacidade de transporte de cargas e a redução de custos gerada pela utilização do transporte hidroviário interior, no Rio Grande do Sul, decorrentes da possível implantação da permissividade de um calado sazonal, em função da variação histórica dos níveis de água, verificados através das curvas de permanências em nove estações pluviométricas localizadas na Laguna dos Patos e no Lago Guaíba. Constatou-se que a adoção do calado sazonal, no ano de 2011, teria um impacto de redução de custos de transporte na ordem de R$ 40,7 milhões, considerando a migração do modal rodoviário para o hidroviário e de R$ 10,1 milhões se fosse considerado a migração do modal ferroviário para o hidroviário.
Abstract The state of Rio Grande do Sul (RS), in Brazil, has a significant potential for internal navigation due to the extent of its drainage network of almost 2,200 km, of which 930 km are navigable. Allied to this, in the last decade the state had an economic growth in relation to Gross Domestic Product (GDP) of 167.2%, according to the Foundation of Economics and Statistics/RS. Even with these favorable conditions it appears that the current model of logistic structure of shipment continues to not emphasis on the internal waterway sector. Considering these aspects, this dissertation presents a study whose objectives are: (i) identify the representativeness of the interior waterways in relation to handling, for export and import, the northern half of Rio Grande do Sul to the main private terminals waterway and the public port, located in the city of Rio Grande , (ii) compare the waterways with its main competitors, the road and rail modes, and (iii) evaluate the economic impact of the adoption of the draft season. To compare the modals, three parameters that establish costs in relation to the tone kilometers transported were chosen, they are: average cost of operation, cost spent on fuel, and social costs. After the data were processed and analyzed, it was possible to identify the costs generated by each mode. In comparison it is emphasized that the cost of road and rail modes are respectively 405% and 1541% higher than the inland waterway and the shipment handled by the three modes, in 2011, represented a total cost of R$1.79 billion, i.e. 0.65% of the state GDP. In assessing the adoption of the draft seasonal possible gain was studied in terms of load carrying capacity and reducing costs generated by the use of inland waterway transport, in Rio Grande do Sul, from the possible deployment of the permittivity of a quiet season in function of the historical variation in water levels, checked through the curves stays in nine rainfall stations located in the Patos Lagoon and Lake Guaiba. It was found that the adoption of the draft season , in 2011, would have an impact of reducing transport costs in the order of R$40.7 million, considering the migration from road transport to waterways and R$10.1 million if found migrating the railroad to the waterway.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/97237
Arquivos Descrição Formato
000920154.pdf (3.784Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.