Repositório Digital

A- A A+

Surto de intoxicação por monensina em avestruzes e equinos no sul do Brasil

.

Surto de intoxicação por monensina em avestruzes e equinos no sul do Brasil

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Surto de intoxicação por monensina em avestruzes e equinos no sul do Brasil
Outro título Outbreak of monensin poisoning in ostriches and horses in southern Brazil
Autor Pavarini, Saulo Petinatti
Wouters, Flademir
Bandarra, Paulo Mota
Souza, Felipe Silveira de
Dalto, André Gustavo Cabrera
Gomes, Danilo Carloto
Cruz, Claudio Estevao Farias da
Driemeier, David
Resumo Descreve-se um surto de intoxicação por monensina em avestruzes e equinos em uma propriedade no Rio Grande do Sul. Oito dias antes do aparecimento dos primeiros sinais clínicos, uma ração comercial formulada para bovinos, cuja composição incluía monensina (177ppm), foi introduzida na dieta dos animais. Três equinos manifestaram di iculdade de movimentação, cólica, sudorese e decúbito permanente; dois morreram em 48 horas após o inicio dos sinais. Três avestruzes adoeceram, dois apresentaram decúbito esternal permanente, o outro estava apático e relutante ao movimento. Dois avestruzes morreram 15 e 30 dias após o início dos sinais. Nas necropsias dos equinos, observou-se miocárdio com palidez multifocal, hemorragia no endocárdio e no epicárdio (principalmente ao redor dos vasos coronarianos) e musculatura esquelética com áreas branco-amareladas bilaterais e focalmente extensas. Essas alterações corresponderam histologicamente, à miopatia e cardiomiopatia necróticas. Nos avestruzes, músculos esqueléticos difusamente pálidos e com múltiplos pequenos pontos brancos corresponderam à necrose segmentar polifásica, com alterações necróticas e regenerativas.
Abstract An outbreak of monensin poisoning affected ostriches and horses from a farm in Rio Grande do Sul. Eight days before the onset of clinical signs, a commercial cattle concentrate containing monensin (177ppm) was introduced in the diet of the animals. Three horses showed dif iculty moving, cramping, sweating and permanent recumbency, and death within 48 hours. Three ostriches showed sternal permanent recumbency or sluggish and reluctance to move. Two ostriches died 15 and 30 days after the onset of signs. Gross changes in the horses included multifocal myocardial pallor, endocardial and epicardial hemorrhages mainly around the coronary vessels, and bilateral yellowish white foci in skeletal muscles. Histological lesions were necrotic myopathy and cardiomyopathy. At necropsy of ostriches, skeletal muscles were diffusely pale with multiple small white spots, which corresponded to polyphasic segmental necrosis and regenerative changes.
Contido em Pesquisa veterinaria brasileira. Vol. 31,n.10 (out., 2011), p. 844-850
Assunto Intoxicação
Patologia veterinaria : Equinos
[en] Horse
[en] Ionophore antibiotics
[en] Monensin
[en] Muscle necrosis
[en] Ostrich
[en] Poisoning
Origem Nacional
Tipo Artigo de periódico
URI http://hdl.handle.net/10183/97315
Arquivos Descrição Formato
000826288.pdf (2.741Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.