Repositório Digital

A- A A+

Competência do agente comunitário de saúde : subsídio para a avaliação formativa na Estratégia de Saúde da Família

.

Competência do agente comunitário de saúde : subsídio para a avaliação formativa na Estratégia de Saúde da Família

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Competência do agente comunitário de saúde : subsídio para a avaliação formativa na Estratégia de Saúde da Família
Outro título Competencies of community health agent : allowance for formative assessment in family health strategy
Outro título Competencias del agente comunitario de salud : asignación para la evaluación formativa en la estrategia de salud de la familia
Autor Bandeira, Andrea Gonçalves
Orientador Witt, Regina Rigatto
Co-orientador Silveira, Denise Tolfo
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Programa de Pós-Graduação em Enfermagem.
Assunto Agentes comunitários de saúde
Avaliação formativa
Formação de recursos humanos
Saúde da família
[en] Community health workers
[en] Evaluation
[en] Family health
[en] Human resources formation
[es] Agentes comunitarios de salud
[es] Evaluación
[es] Formación de recursos humanos
[es] Salud de la familia
Resumo Este estudo teve como objetivo desenvolver um instrumento para a avaliação formativa dos Agentes Comunitários de Saúde (ACS) das Unidades de Saúde com Estratégia de Saúde da Família (ESF) no âmbito do projeto Telessaúde/RS. Trata-se de um estudo descritivo, de abordagem mista, realizado no contexto do programa Telessaúde/RS. Foram convidados a participar do estudo 45 enfermeiros e 45 Agentes Comunitários de Saúde. Para a coleta de dados, utilizou-se a técnica Delphi online. Na primeira etapa foi enviado aos participantes um questionário com base no referencial de competências profissionais do ACS do Ministério da Saúde e os mesmos, de acordo com seus conhecimentos e experiências, puderam excluir ou modificar as competências listadas, bem como acrescentar competências. Na segunda etapa o questionário constou dos esquemas de competências resultantes da primeira etapa, adicionadas de uma escala de Likert com valores de 1 (discordo muito) a 5 (concordo muito), para que manifestassem seu grau de concordância. Nesta etapa foram adicionadas ao instrumento questões a respeito da periodicidade para a realização da avaliação e indicação de critérios para a avaliação. Com base nos resultados obtidos na 1ª e 2ª etapas, foi elaborado o instrumento para avaliação formativa dos ACS. Na 3ª etapa o instrumento foi enviado aos participantes para a validação. Em cada etapa do estudo o número de participantes variou, na primeira etapa participaram 40, na segunda 30 e na terceira 35. Em um primeiro momento, realizou-se uma análise qualitativa das modificações, sugestões ou comentários dos participantes e, após, a análise estatística dos dados. Os resultados evidenciaram a preocupação dos participantes com a escolaridade dos ACS, a capacitação para o trabalho, e formação técnica, sua inserção na equipe, a supervisão realizada pela enfermeira, bem como o grau de autonomia, o espaço e a especificidade do seu trabalho e a valorização do ACS como membro da equipe da ESF. A realização deste estudo possibilitou desenvolver um Instrumento de Avaliação Formativa para os ACS, e proporcionou uma avaliação inicial das competências estabelecidas pelo Ministério da Saúde e uma revisitação às atribuições e competências do ACS na ESF.
Abstract This study aimed to develop a tool for formative assessment of Community Health of the Health Units with the Family Health Strategy within the Telessaúde/RS project. This is a descriptive study, the mixed approach, carried out in the context of Telessaúde/RS program. Were invited to participate in the study 45 nurses and 45 ACS. To collect data, we used the Delphi technique online. The first stage was a questionnaire sent to participants based on the benchmark of professional skills of the ACS Health Ministry and the same according to their knowledge and experience could delete or modify the powers listed, as well as additional capabilities. In the second stage the questionnaire consisted of schemes resulting powers the first stage, added a Likert scale with values from 1 (strongly disagree) to 5 (strongly agree), to manifest their degree of concordance. This step was added to the instrument questions about periodicity for conducting the assessment and indication criteria for evaluation. With basis of results obtained in 1st phase and 2nd instrument for formative assessment of ACS was prepared. In Step 3 the instrument was sent to the participants for validation. At each stage of the study the number of participants varied in the first stage, 40 in the second 30 and the third 35. At first, we carried out a qualitative analysis of the changes, suggestions or comments from participants and after the statistical analysis of data. The results showed the concern of the participants with the education of ACS, the job training, and technical training, their inclusion in the team, supervision by the nurse, and the degree of autonomy, the scope and specificity of their work and recovery ACS as a member of the ESF team.
Resumen Este estudio tuvo como objetivo desarrollar una herramienta para la evaluación formativa de Salud Comunitaria de las Unidades de Salud de la Estrategia de Salud de la Familia en el proyecto de Telessaúde/RS. Se trata de un estudio descriptivo, el enfoque mixto, llevado a cabo en el contexto del programa de Telessaúde/RS. Fueron invitados a participar en el estudio 45 enfermeros y 45 ACS. Para recopilar los datos, se utilizó la técnica Delphi en línea. La primera etapa consistió en un cuestionario enviado a los participantes en base al índice de referencia de las competencias profesionales del Ministerio de Salud de la ACS y de la misma de acuerdo con sus conocimientos y experiencia podría borrar o modificar los poderes enumerados, así como capacidades adicionales. En la segunda etapa, el cuestionario consta de esquemas resultantes poderes de la primera etapa, añadió una escala Likert con valores de 1 (muy en desacuerdo) a 5 (muy de acuerdo), para manifestar su grado de concordancia. Este paso se añadieron a las preguntas del instrumento sobre la periodicidad de la realización de la evaluación y los criterios de indicación para la base evaluación. Con los resultados obtenidos en la primera fase y la segunda de instrumentos para la evaluación formativa de ACS se preparó. En el paso 3 del instrumento fue enviado a los participantes para su validación. En cada etapa del estudio, el número de participantes varió en la primera etapa, 40 en la segunda 30 y la tercera 35. En primero, se realizó un análisis cualitativo de los cambios, sugerencias o comentarios de los participantes y después del análisis estadístico de datos. Los resultados mostraron la preocupación de los participantes con la educación de ACS, la capacitación laboral y formación técnica, su inclusión en el equipo, la supervisión de la enfermera, y el grado de autonomía, el alcance y la especificidad de su trabajo y la recuperación ACS como un miembro del equipo de la ESF. Este estudio hizo posible el desarrollo de un Instrumento de Evaluación Formativa para ACS, y proporcionó una primera evaluación de las competencias establecidas por el Ministerio de Salud y revisitando los deberes y atribuciones de la ACS en el ESF.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/97656
Arquivos Descrição Formato
000920446.pdf (1.695Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.