Repositório Digital

A- A A+

O circuito artístico de Porto Alegre na década de 1950 a partir do jornalismo : análise da coluna Notas de Arte, de Aldo Obino, no Correio do Povo

.

O circuito artístico de Porto Alegre na década de 1950 a partir do jornalismo : análise da coluna Notas de Arte, de Aldo Obino, no Correio do Povo

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título O circuito artístico de Porto Alegre na década de 1950 a partir do jornalismo : análise da coluna Notas de Arte, de Aldo Obino, no Correio do Povo
Autor Sirena, Mariana Silva
Orientador Golin, Cida
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação. Programa de Pós-Graduação em Comunicação e Informação.
Assunto Artes visuais
Correio do Povo (Jornal)
Jornalismo cultural
Obino, Aldo 1913-2007.
[en] Cultural journalism
[en] Notas de arte
[en] Visual arts in RS
Resumo Esta dissertação busca identificar os referentes a partir dos quais o jornalista Aldo Obino (1913-2007) registrou o desenvolvimento do sistema das artes visuais de Porto Alegre, na década de 1950. A pesquisa parte dos pressupostos de que o jornalismo, a partir dos valores próprios do seu campo, constrói perspectivas do circuito artístico em épocas e lugares determinados; empresta visibilidade a certos espaços, agentes eventos e ideias; e orienta os leitores em relação à movimentação do circuito de cultura de seu território. Obino atuou na imprensa por aproximadamente 60 anos, produzindo relatos sobre a cena cultural do Rio Grande do Sul a partir do Correio do Povo, jornal em que assinava a coluna diária Notas de Arte, objeto empírico deste estudo. Para nos aproximarmos da trajetória e do legado do autor, recorremos ao seu arquivo pessoal, cedido por sua família. Utilizamos o método da análise de conteúdo e adotamos um corpus de 314 textos, que corresponde às colunas publicadas entre 1950 e 1959 que abordam temas ligados às artes visuais. A análise objetivou determinar os espaços, os sujeitos, os fatos e os valores estéticos e ideológicos que emergem da coluna, de forma a vislumbrar o mapa do sistema de artes visuais nela proposto. Observamos a centralidade de Porto Alegre como lugar mais recorrentemente mencionado, o que evidencia a importância do parâmetro da proximidade, típico do jornalismo, na estruturação desse conjunto de textos. Constatamos que os artistas, como sujeitos-criadores, foram os protagonistas das ações abordadas na coluna, o que aponta para a existência de um processo de personalização através do qual Obino participa da construção da notoriedade de agentes. Os eventos, como exposições e salões de arte, foram identificados como referência central enquanto pautas catalisadoras do atributo de atualidade nas Notas de Arte, inclusive em forma de morte e efeméride. Na abordagem de certas tendências e debates, notamos, por parte do colunista, a corroboração de alguns valores então hegemônicos no sistema artístico e também o elogio da renovação e do intercâmbio nesse meio. Dessa forma, verificamos um grau de ambiguidade em termos de posicionamento. No mais, vimos que Obino se vincula a um estilo impressionista de crítica de arte, utiliza um tom de intimidade para se aproximar do leitor e tematiza o desenvolvimento do circuito das artes em conexão com o crescimento da cidade. O seu registro se associa fortemente ao território, de forma que a capital gaúcha é presença constante, apresentando-se como cenário ou como personagem dos seus relatos.
Abstract This essay intends to identify the referents from which the journalist Aldo Obino (1913-2007), registered the development of Porto Alegre visual arts system held during the decade of 1950. The research makes certain assumptions given that the journalism, starting from its own field values, builds perspectives of the artistic circuit in determined places and times; it lends visibility to certain places, agents events and ideas; and orientates the readers regarding the movement of its territory circuit of culture. For approximately 60 years, Obino acted in the press, producing reports on the cultural scene of Rio Grande do Sul for Correio do Povo, the local newspaper in which he signed the daily column Notas de Arte, empirical object of this research. In order to approach Obino’s trajectory and legacy, we draw upon his personal archive, provided by his family. It was used the method of content analysis and a sample of 314 texts was adopted. This material corresponds to the columns published between 1950 and 1959 that discuss issues pertaining to visual arts. The analysis aimed to determine the spaces, the subjects, the facts and the aesthetic and ideological values that emerge from his column, to envision the proposed map of visual arts system. We observed the centrality of Porto Alegre as more recurrently mentioned place, which highlights the importance of the proximity parameter, characteristic of journalism, in the structuring of this set of texts. We noticed that the artists, as subject-creators, were the protagonists of the actions addressed in the column, which points to the existence of a customization process through which Obino participates of agent’s notoriety construction. The events, such as exhibitions and halls of art, were identified as points reference while catalytic guidelines of actuality attribute in Notas de Arte even in the form of death and ephemerid. In certain trends and debates approach, we perceived on the part of the columnist, some hegemonic values confirmation in the artistic system, and also the compliment of renovation and exchange in this environment. Therefore, we checked some ambiguity on positioning. We also visualized that Obino is linked to an impressionist style of art criticism; he uses an intimacy tone to bring close the reader and thematises the development of the arts circuit in connection with the growth of the city. His trademark is strongly associated to the territory, in such a way that the capital from Rio Grande do Sul is an on-going presence, performing itself as scenery or as a character of his chronicles.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/97959
Arquivos Descrição Formato
000920630.pdf (3.090Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.