Repositório Digital

A- A A+

Relação das crianças do sul do Brasil com o ambiente e seu impacto no bem-estar pessoal

.

Relação das crianças do sul do Brasil com o ambiente e seu impacto no bem-estar pessoal

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Relação das crianças do sul do Brasil com o ambiente e seu impacto no bem-estar pessoal
Autor Galli, Francielli
Orientador Castellá Sarriera, Jorge
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Psicologia. Programa de Pós-Graduação em Psicologia.
Assunto Ambiente
Bem-estar
Criança
Psicologia ambiental
Psicometria
[en] Children
[en] Connectedness to nature
[en] Environmental attitudes
[en] Environmental satisfaction
[en] PWI
Resumo Esta dissertação tem como objetivos verificar as propriedades psicométricas da Escala de Atitudes Ambientais para Crianças (EAAC; adaptada de Leeming, Dwyer, Porter & Bracker, 1995) e da Escala Infantil de Satisfação com o Ambiente (EISA; criada pelo Grupo de Pesquisa em Psicologia Comunitária); verificar a associação entre bem-estar pessoal (mensurado através da Personal Wellbeing Index) e variáveis ambientais e analisar as atitudes ambientais das crianças da amostra. Foram realizados três estudos, com 1746 crianças (53,5% meninas) com idades entre 8 e 13 anos (M = 10.17; DP = 1.492) residentes de Porto Alegre (54.9%) e do interior do Rio Grande do Sul (45.1%). Os resultados do primeiro estudo indicaram que os instrumentos analisados, EAAC e EISA, apresentam bons índices de ajuste para a amostra pesquisada quando da realização na análise fatorial (exploratória e confirmatória). Com relação ao segundo estudo, as análises de regressão multivariadas indicaram que o PWI é explicado pelos itens da EAAC em 11.5% e pelos itens da EISA em 14.4%. Estão associoados ao bem-estar pessoal: a satisfação com o ambiente residencial e escolar, as atitudes ambientais que envolvem a família, o contato com a natureza e o contato com animais. O terceiro estudo buscou verificar se existem diferenças entre grupos para as atitudes ambientais e os resultados indicaram que as crianças que estudam em escolas públicas, assim como as crianças que vivem em cidades do interior e as crianças mais novas, tendem a desenvolver mais atitudes favoráveis ao ambiente. Em uma etapa qualitativa do terceiro estudo, as crianças mencionaram preocupar-se com a crise ambiental e apresentaram atitudes ambientais voltadas a ações cotidianas e de ativismo.
Abstract This dissertation aims to evaluate the psychometric properties of the Children’s Environmental Attitudes Scale (EACC; adjusted from Leeming, Dwyer, Porter & Bracker, 1995) and of the Children’s Environment Satisfaction Scale (EISA; developed by the Grupo de Pesquisa em Psicologia Comunitária); to verify the association between personal wellbeing (measured by the Personal Wellbeing Index School Children) and environmental variables; and to analyze the environmental attitudes of the children in the sample. There were conducted three studies with 1746 children (53.5% girls) aged between 8 and 13 years old (M = 10.17; SE = 1.492) residents on Porto Alegre (54%) and on inner cities of Rio Grande do Sul State (45.1%). The results of the first study indicated that EAAC and EISA scales had good overall fit rates when exploratory and confirmatory factorial analyses were performed. In the second study, multivariate regression analysis showed that the Personal Wellbeing Index is predicted in 11.5% by the EACC items and in 14.4% by the EISA. The personal wellbeing is associated to: satisfaction with school and residence environment; family environmental attitudes; contact with animals and contact with nature. The third study aimed to check if there are differences of environmental attitudes between the groups. Outcomes indicated that children of public schools, children of inner cities and younger children tend to develop more favorable environmental attitudes. During the qualitative stage of the third study, children mentioned that they worry about the environmental crisis and presented environmental attitudes related to daily actions and activism behaviors.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/98325
Arquivos Descrição Formato
000929112.pdf (1.317Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.