Repositório Digital

A- A A+

SCALA : Sistema de comunicação alternativa para processos de inclusão em autismo: uma proposta integrada de desenvolvimento em contextos para aplicações móveis e web

.

SCALA : Sistema de comunicação alternativa para processos de inclusão em autismo: uma proposta integrada de desenvolvimento em contextos para aplicações móveis e web

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título SCALA : Sistema de comunicação alternativa para processos de inclusão em autismo: uma proposta integrada de desenvolvimento em contextos para aplicações móveis e web
Autor Bez, Maria Rosangela
Orientador Passerino, Liliana Maria
Co-orientador Vicari, Rosa Maria
Data 2014
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Centro de Estudos Interdisciplinares em Novas Tecnologias da Educação. Programa de Pós-Graduação em Informática na Educação.
Assunto Autismo
Comunicação alternativa
Tecnologia assistiva
[en] Alternative communication
[en] Autism spectrum disorder
[en] Mediator action
[en] SCALA system
[en] Socio-historical theory
Resumo As pessoas desenvolvem-se na interação social, a partir do uso de instrumentos e de signos, sendo o processo de comunicação essencial para tal desenvolvimento. No entanto, a comunicação, longe de ser um processo inato ou maturacional, é um processo sócio-histórico que se desenvolve ao longo da vida e por meio do qual o sistema de símbolos é adquirido em um longo processo ontológico de aprendizagem cultural. A comunicação é estruturada como um complexo e multidimensional processo de aquisição da linguagem. Assim, é impossível pensar em comunicação sem linguagem. A linguagem tem uma dupla função comunicativa, como meio de comunicação e como processo de compreensão e representação do pensamento. A aquisição da linguagem inclui, entre outras, as dimensões social, cultural, histórica e intersubjetiva. Percebe-se que, nos casos de déficits na comunicação, o processo de intersubjetividade fica comprometido, uma vez que ao menos um dos envolvidos é prejudicado, seja na construção ou na compreensão de sentidos e significados nas interações/mediações. Em pessoas com Transtorno do Espectro Autista há déficits de comunicação e de linguagem que se manifestam com alterações principalmente no uso, na forma ou no conteúdo da linguagem pragmática. Nesses casos, o uso de Comunicação Alternativa (CA) tem proporcionado subsídios para suplementar, complementar ou construir um processo de comunicação. Nessa perspectiva, essa pesquisa teve como objetivo desenvolver um sistema de comunicação alternativa, para web e dispositivos móveis, com vistas a apoiar a inclusão de sujeitos com autismo, de 3-5 anos, em diferentes contextos sociais. Essa investigação foi qualitativa, estruturada em uma pesquisaação. Iniciou-se com a proposta de uma metodologia para orientar o desenvolvimento do recurso, baseada em contextos de uso (DCC) e, especialmente, orientada para a comunicação alternativa. Assim como foi proposta uma metodologia de mediação (Ação Mediadora), para uso com sujeitos com autismo, em três contextos sociais com o instrumento, com a análise das duas metodologias. A primeira, do desenvolvimento do recurso, levou-se em consideração os contextos e as ações mediadoras em execução nos mesmos. A segunda, da Metodologia de Ação Mediadora, na perspectiva da inclusão, dos processos de comunicação e na interação social de três crianças com TEA, em três contextos estudados. Como resultado, foi disponibilizado o Sistema SCALA. Ele é um recurso disponível na web e para dispositivo móvel tablet Android, nas versões prancha e narrativas visuais e o protótipo de sistema de varredura web para módulo prancha e o comunicador livre, chat de conversação, uma Metodologia de Ação mediadora para uso do recurso. Como resultados desse trabalho foi apresentada uma metodologia inovadora para o desenvolvimento de uma tecnologia assitiva, o DCC. Disponibilizado um sistema de comunicação alternativa (SCALA) para web e disposivos móveis gratuito. A análise do desenvolvimento do Sistema Scala apontaram-no como um recurso simples, prático e objetivo, próprio para apoio da comunicação e da interação, facilitador do letramento, da inclusão e de trabalhos colaborativos. Os cursos de formação de professores capacitaram professores para inclusão de sujeitos com TEA. A elaboração da metodologia de Ações mediadoras, com uso da CA e de recursos tecnológicos mostrou-se eficaz para o uso em três contextos, com três crianças com TEA. O Uso das ações mediadoras utilizadas, no período desse estudo, levaram a ampliação da comunicação intencional e das formas de contrução e representação comunicacionais nas três crianças com TEA. Constatou-se ainda, o crescimento da interação social e inclusão das mesmas. nos processos de interação social, acréscimo da comunicação oral e gestual nas três crianças, com autismo, foco da pesquisa.
Abstract People thrive on social interaction, from the use of tools and signs, and this is the process of communication essential for such development. However, communication, far from being an innate or maturational process, is a socio-historical process that develops throughout life and through which the system of symbols is acquired in a long ontological process of cultural learning. Communication is structured as a complex and multidimensional process of language acquisition. Thus, it is impossible to think of communication without language. The language has a dual communicative function as a means of communication and as a process of understanding and representation of thought. The acquisition of language includes, among others, the social, cultural, historical and intersubjective dimensions. It is noticed, that in cases of deficits in communication, the process of intersubjectivity is compromised, since at least one of those involved is harmed, either in construction or in the understanding of meanings and signification in interactions / mediations. In people with Autism Spectrum Disorder are deficits in communication and language, which is manifested as changes in use mainly in the form, or content of pragmatic language in these cases, the use of Alternative Communication (CA) has provided grants to supplement, complement or build a communication process. In this perspective, this study aimed to develop an alternative communication system, to web and mobile devices, with the aim of supporting the inclusion of subjects with autism, 3-5 years, in different social contexts. This research was structured in a qualitative action research. Began is the proposal of a methodology to guide the development of the resource, based on contexts of use (DCC) and especially geared to alternative communication. As well as, a method was proposed mediation (Action Mediator) for use with individuals with autism in three contexts sociaI with the instrument. With the analysis of the two methodologies. The first, the development of the resource, taking into account the contexts and the mediating processes running on them. Second, the methodology of Mediator action from the perspective of inclusion, the processes of communication and social interaction of three children with ASD in three contexts studied. As a result the SCALA system is available. The feature, available on the web and mobile tablet android, the board and visual narratives and the prototype versions of web scanning module and board for free communicator, chat conversation system. The Methodology of Action for mediating resource usage. As a result of this work, a new method has been presented for the development of an Assistive technology, DCC. Provided a system for alternative communication (SCALA) to free web and mobile disposivos. The analysis of the development of the Scala system showed it as a simple, practical and objective, specifically to support the communication and interaction, facilitator of literacy, inclusion and feature collaborative works. Training courses for teachers trained teachers for inclusion of subjects with ASD. The development of the methodology of Shares mediators, using AC and technological resources proved to be effective for use in three contexts, with three children with ASD. The use of mediating processes used in the period of the study, led the expansion of intentional communication and forms of representation construction and communication in the three children with ASD. It was further observed, the growth of social interaction and inclusion. the processes of social interaction, increase the oral and gestural communication in three children with autism, the research focus.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/98642
Arquivos Descrição Formato
000928917.pdf (68.96Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.