Repositório Digital

A- A A+

À espreita : animalidades em Hotel Hell, Húmus e Ainda Orangotangos

.

À espreita : animalidades em Hotel Hell, Húmus e Ainda Orangotangos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título À espreita : animalidades em Hotel Hell, Húmus e Ainda Orangotangos
Autor Prinstrop, Vinícius Edilberto
Orientador Bittencourt, Rita Lenira de Freitas
Data 2014
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Animalidade
Bullar, Paulo Húmus
Literatura brasileira
Literatura comparada
Literatura contemporânea
Livros do Mal
Mal
Scott, Paulo Ainda orangotangos
Terron, Joca Reiners 1968-. Hotel Hell
[en] Animalitie
Resumo Este trabalho analisa diferentes concepções da ideia de animalidade a partir de três obras de escritores contemporâneos: Hotel Hell, de Joca Reiners Terron; Húmus, de Paulo Bullar; e Ainda Orangotangos, de Paulo Scott. Os pontos de convergência das diversas animalidades presentes nestas obras são: a indistinção homens/animais e cidade/selva; a pele (superfície) geradora de sentidos; a relação homem/animal mediada pelo devir; a aproximação das ideias de animalidade e de mal. Os principais textos utilizados nas reflexões teóricas foram os Mil Platôs, de Gilles Deleuze e Félix Guattari, e A cultura popular na Idade Média e no Renascimento – O contexto de François Rabelais, de Mikhail Bakhtin.
Abstract This work analyses different conceptions of the animality idea from three books of contemporary writers: Hotel Hell, by Joca Reiners Terron; Húmus, by Paulo Bullar; and Ainda Orangotangos, by Paulo Scott. The points of convergence of the various animalities ideas in these books are the indistinctness of men/animals and city/jungle; the skin (surface) that generates senses; the men/animal relationship mediated by becoming; the approximation of the animality and evil concepts. The main texts used in theoretical reflections was Mil Platôs, by Gilles Deleuze and Félix Guattari, and A cultura popular na Idade Média e no Renascimento – O contexto de François Rabelais, by Mikhail Bakhtin.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/102195
Arquivos Descrição Formato
000921102.pdf (539.3Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.