Repositório Digital

A- A A+

Abrigo na natureza : construção Mbyá-Guarani, sustentabilidade e intervenções externas

.

Abrigo na natureza : construção Mbyá-Guarani, sustentabilidade e intervenções externas

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Abrigo na natureza : construção Mbyá-Guarani, sustentabilidade e intervenções externas
Outro título Shelter in Nature : mbyá-Guarani construction, sustainability and external interventions
Autor Zanin, Nauíra Zanardo
Orientador Sattler, Miguel Aloysio
Co-orientador Souza, José Otávio Catafesto de
Data 2006
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Engenharia. Programa de Pós-Graduação em Engenharia Civil.
Assunto Construção civil
Construção indígena
Desenvolvimento sustentável
Habitação : Rio Grande do Sul
Índios : Arquitetura : Brasil
Tipologias habitacionais
[en] Autochthonous constructions
[en] Habitational external interventions
[en] Mbyá-Guarani
[en] Sustainability
Resumo A partir da realidade encontrada em algumas comunidades da etnia Mbyá-Guarani do Rio Grande do Sul aborda-se a relação entre as construções autóctones, a sustentabilidade e as intervenções habitacionais externas. Nestes locais, de acordo com a região, são desenvolvidas diferentes soluções construtivas, utilizando os materiais disponíveis e respeitando os preceitos culturais. Porém, existem dificuldades de acesso aos recursos naturais necessários às construções. Para resolver a falta de moradias, o Governo do Estado vem realizando intervenções habitacionais, utilizando o método de desenho social participativo. Contudo, os Mbyá- Guarani seguem construindo suas casas tradicionais ao lado das intervenções. Esta dissertação tem como objetivo principal analisar comparativamente as diferentes tipologias habitacionais (a autóctone e a proveniente de intervenção externa), observadas em oito comunidades Mbyá-Guarani do estado. Como objetivos intermediários buscou-se caracterizar a situação habitacional atual e tipologias autoconstruídas observadas nas comunidades; identificar a percepção dos Mbyá-Guarani sobre as tipologias autóctones, abordando aspectos culturais, conforto, materiais e processo construtivo; apreender a visão de sustentabilidade dos Mbyá-Guarani, para analisar, adicionando os referenciais teóricos, a relação entre sustentabilidade e as construções autóctones; e identificar a percepção dos Mbyá-Guarani e não-indígenas sobre as intervenções externas. Para atingir tais objetivos, a coleta de dados em campo envolveu observações, entrevistas e levantamentos. Ao final, considera-se que as intervenções externas, apesar de necessárias, alteram o comportamento dos usuários, levando à perda da autonomia. Por outro lado, as construções autóctones fortalecem o nhande rekó (modo de vida Mbyá-Guarani). Contudo, são necessárias medidas que garantam a etno-sustentabilidade, visando viabilizar a continuidade destas construções. O reconhecimento de que as soluções autóctones respondem às necessidades culturais - sendo os Mbyá-Guarani os maiores conhecedores das técnicas, dos materiais e da importância simbólica de suas habitações - permite que as políticas públicas atendam com maior eficiência as demandas dessas comunidades. Esta é uma pesquisa inédita nesta região do país e neste núcleo de pesquisa, e vem atender uma lacuna no conhecimento, oferecendo subsídios para futuras intervenções em comunidades indígenas.
Abstract Starting from the reality found in some communities of the Mbyá-Guarani etnia in Rio Grande do Sul, the relationship among the autochthonous constructions, the sustainability and the external interventions was approached. In those places, according to the region, different constructive solutions have been developed using the materials available and respecting the cultural precepts. However, there are difficulties to access the necessary natural resources used in the constructions. To solve the lack of homes problem, the State Government has been accomplishing habitational interventions using the participative social design method. However, the Mbyá-Guarani continue building their traditional houses next to the interventions. This essay has as main objective to analyze comparatively the different habitational typologies (the autochthonous and the ones originating from external intervention), observed in eight Mbyá-Guarani communities visited in this state. The intermediate objectives looked for were to characterize the current habitational situation and self-builted typologies observed in the communities; identify the perception of the Mbyá-Guarani about the autochthonous typologies, approaching cultural aspects, comfort, materials and constructive process; apprehend the vision of sustainability of the Mbyá-Guarani, aiming to analyze, adding the theoretical references, the relationship between sustainability and the autochthonous constructions; and to identify the perception of the Mbyá-Guarani and nonindigenous assistants about the external interventions. To reach such objectives, the fieldwork collection of data involved observation, interviews and surveys. At the end, it is considered that the external interventions, in spite of being necessary, alter the users' behavior, leading to the loss of autonomy. On the other hand, the autochthonous constructions strengthen the nhande rekó (Mbyá-Guarani way of life). However, measures are necessary to guarantee the etno-sustainability, seeking to make possible the continuity of those constructions. The recognition that the autochthonous solutions meet the cultural needs - being the Mbyá-Guarani the largest experts on the techniques, materials and symbolic importance of their houses - allow the public policies to assist with larger efficiency those communities' demands. This is an unpublished research in this area of the country and in this research nucleus, and it comes to fullfill one knowledge gap, offering subsidies for future interventions in the indigenous communities.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/10697
Arquivos Descrição Formato
000600023.pdf (6.649Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.