Repositório Digital

A- A A+

Anarchic desires : deconstructing sexual and moral representations in Joe Orton's entertaining mr. sloane

.

Anarchic desires : deconstructing sexual and moral representations in Joe Orton's entertaining mr. sloane

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Anarchic desires : deconstructing sexual and moral representations in Joe Orton's entertaining mr. sloane
Autor Alves, Werner Almeida
Orientador Maggio, Sandra Sirangelo
Data 2007
Nível Mestrado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Critica e interpretacao
Literatura inglesa
Teatro
[en] Comedy
[en] Deconstruction
[en] Orton
[en] Representation
[en] Sexual identity
[en] Subversion
Resumo A presente dissertação tem como objetivo apresentar uma leitura da peça Entertaining Mr. Sloane do dramaturgo inglês Joe Orton, investigando de que formas os artifícios literários são construídos para interromper as representações normativas sobre sexualidade e moralidade. Na obra de Orton, os comportamentos e discursos das personagens ignoram autoridades representativas de instituições que, como a família, trabalham para ratificar a noção de modos sexuais ligados à matrix heterossexual que constrói uma subjetividade configurada na equação essencialista de sexo-gênero-desejo. A investigação encontra suporte na História da Sexualidade, de Michel Foucault, e no conceito de performatividade de Judith Butler, usando a Desconstrução como uma estratégia de leitura. A estética literária nas peças de Joe Orton é alicerçada no anarquismo e na subversão como metáforas para interromper categorias convencionais de sexualidade que procuram controlar as vidas e os comportamentos humanos. Mostrando perversidade sexual pela fusão do que poderia ser ultrajante com o cômico, Joe Orton constrói um estilo único, conhecido como Ortonesco. Apesar de suas peças pertencerem ao território da comédia, são freqüentemente classificadas de acordo com estilos cômicos, ou sub-gêneros. Embora essa classificação seja muitas vezes problemática e não haja consenso entre os críticos em relação às categorias das peças, eu trato Entertaining Mr. Sloane como comédia de costumes por levar em consideração seus elementos e a definição desse estilo de comédia. Os discursos das personagens e suas ações mostram como as representações sexuais e de moralidade criam construtos sociais que prendem sexo, gênero e desejo em uma equação que deve resultar em uma identidade estável e universal. Os elementos literários mostram como esse sistema de representação é subvertido pela desestabilização de autoridades que trabalham como centro de sentido do mundo tradicional.
Abstract The present thesis aims at presenting my reading of the play Entertaining Mr. Sloane, by the English playwright Joe Orton. The analysis investigates in which ways literary artifices are constructed to disrupt normative representations of sexuality and morality, and in which ways the characters’ behaviors and discourses disregard authorities, such as that concerning the family institution, which work to maintain sexual mores embedded in Western society by a heteronormative matrix which constructs a subjectivity configured in the essentialist equation of sex-gender-desire. The investigation finds support in Michel Foucault’s The History of Sexuality, and Judith Butler’s concept of performativity, using Deconstruction as a strategy of reading. The literary aesthetics in Joe Orton’s plays is achieved by showing anarchism and subversion as a metaphor to disrupt conventional categories of sexuality which seek to control human lives and behaviors. Showing sexual perversity by fusing what could be outrageous with the comic mode, Joe Orton constructs a unique style, known as Ortonesque. Because his plays belong to comedy, they are often categorized according to the comic styles or sub-genres. However, that categorization is problematic many times, and there is no agreement from the part of many critics regarding the category of the plays. I consider Entertaining Mr. Sloane as Comedy of Manners by taking into account their elements and the literary definition of comedy style. The characters’ discourses and actions show how sexual and moral representations create social constructs that tie sex, gender and desire in an equation that must result in a stable and universal identity; and the literary elements show how that system of representation is subverted by destabilizing authorities which work as center of meaning to the Western world.
Tipo Dissertação
URI http://hdl.handle.net/10183/12754
Arquivos Descrição Formato
000632471.pdf (1.802Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.