Repositório Digital

A- A A+

A retextualização em inglês/língua estrangeira em contexto acadêmico na perspectiva da linguística sistêmico-funcional

.

A retextualização em inglês/língua estrangeira em contexto acadêmico na perspectiva da linguística sistêmico-funcional

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título A retextualização em inglês/língua estrangeira em contexto acadêmico na perspectiva da linguística sistêmico-funcional
Autor Santos, Sulany Silveira dos
Orientador Rottava, Lucia
Data 2016
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Escrita
Língua inglesa
Lingüística funcional
Re-textualização
[en] Retextualization
[en] Systemic-functional linguistics
[en] Writing in english as a foreign language
Resumo Esta tese investiga, sob a perspectiva da Linguística Sistêmico-Funcional (HALLIDAY e MATTHIESSEN, 2004,2014), os processos de retextualização empregados por estudantes de inglês como língua estrangeira na produção de textos em contextos acadêmicos. O conceito retextualização (MARCUSCHI, 2001) constitui-se na produção de um novo texto a partir de um ou mais texto(s)-fonte e trata-se de prática comum em contextos acadêmicos. Tem-se como objetivo verificar as operações de retextualização relacionadas às metafunções da linguagem – ideacional, interpessoal e textual - e como essas se materializam nos respectivos sistemas léxico-gramaticais e no gênero específico no qual se enquadram. O corpus constituise de retextualizações produzidas a partir de diferentes texto(s)-fonte. Os resultados indicam que as estratégias de retextualização estão intimamente relacionadas ao conhecimento da função que etapas e fases dos gêneros desempenham na construção de significados. Procurase contribuir para as práticas de escrita em ILE em contextos acadêmicos, oferecendo uma abordagem sistêmico-funcional dos processos de retextualização envolvidos no desenvolvimento dessa habilidade.
Abstract This study investigates, under the perspective of Systemic Functional Linguistics (HALLIDAY and MATTHIESSEN, 2004, 2014), the retextualization processes learners of English as a Foreign Language use when writing texts in academic contexts. Retextualization (MARCUSCHI, 2001) is understood as the production of a new text based on one or more source-texts and is a recurrent practice in academic contexts. The study investigated the processes of retextualization related to the metafunctions of language –ideational, experiential and textual- and their realization in the respective lexicogrammar structures as well as in the specific genre to which they are related. The corpus comprises retextualizations produced from different source-texts. The results indicate that the retextualization strategies are intimately connected to the knowledge of the function the stages and phases of the genres play in the construction of meaning. The purpose of the study is to contribute to writing practices of English as a Foreign Language in academic contexts, putting forward a systemic-functional approach to the retextualization processes involved in the development of writing skills.
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/142951
Arquivos Descrição Formato
000994503.pdf (14.53Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.