Repositório Digital

A- A A+

Avaliação da ingestão alimentar e peso corporal em ratos wistar machos tratados com extrato aquoso de ilex paraguariensis

.

Avaliação da ingestão alimentar e peso corporal em ratos wistar machos tratados com extrato aquoso de ilex paraguariensis

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Avaliação da ingestão alimentar e peso corporal em ratos wistar machos tratados com extrato aquoso de ilex paraguariensis
Autor Pedroso, Gabriela Lima
Orientador Kucharski, Luiz Carlos Rios
Co-orientador Mendes, Roberta Hack
Data 2008
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Medicina. Curso de Nutrição.
Assunto Ilex paraguariensis
Resumo OBJETIVOS Vários estudos têm apontado Ilex paraguariensis (erva mate) como coadjuvante no manejo da obesidade. O objetivo do trabalho foi avaliar a ingestão alimentar, peso corporal, volume da diurese, quantidade de gordura abdominal e triglicérides e colesterol total plasmáticos de ratos wistar machos tratados com extrato aquoso de Ilex paraguariensis. METODOLOGIA Foram formados dois grupos (n=6), um controle e outro experimental. O experimental recebia apenas o extrato como forma de hidratação e o controle, água. Todos receberam ração padrão à vontade. Para o preparo do extrato da erva misturava-se um litro de água aquecida à 80ºC e 70g de erva mate. Em quinze minutos essa mistura era coada. Nos tempos zero, quatro e oito semanas, os animais foram colocados em gaiolas metabólicas para avaliar a ingestão alimentar, hídrica, volume de diurese e fezes. Nesses mesmos períodos, era aferido o peso e coletadas amostras de sangue para quantificar triglicérides e colesterol total plasmáticos. Na análise estatística foi utilizado o teste t de student, para análise da quantidade de gordura abdominal, e análise de variância para amostras repetidas com o pós-teste de Tukey. P<0,05 foi considerado significativo. RESULTADOS Ingestão alimentar, hídrica, diurese, fezes e peso dos animais não apresentou diferença significativa entre os diferentes tempos de experimento nem entre os grupos experimentais. No grupo tratado, colesterol total e triglicérides apresentaram, após quatro semanas de tratamento uma diminuição significativa. A quantidade de gordura abdominal foi significativamente menor nos animais tratados. CONCLUSÕES O extrato da erva mate parece ter influência sobre o metabolismo dos lipídeos sem interferir no peso corporal nem na ingestão alimentar e hídrica.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/16559
Arquivos Descrição Formato
000699455.pdf (92.84Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.