Repositório Digital

A- A A+

As repercussões da Lei Maria da Penha no enfrentamento da violência doméstica em Porto Alegre

.

As repercussões da Lei Maria da Penha no enfrentamento da violência doméstica em Porto Alegre

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título As repercussões da Lei Maria da Penha no enfrentamento da violência doméstica em Porto Alegre
Autor Alves, Elisângela da Silva
Orientador Oliveira, Dora Lúcia Leidens Corrêa de
Data 2009
Nível Graduação
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Enfermagem. Curso de Enfermagem.
Assunto Lei Maria da Penha
Porto Alegre (RS)
Violência doméstica
Resumo A violência doméstica é um problema de ordem mundial que atinge mulheres independentemente de raça, etnia, religião e orientação sexual. No Brasil, pesquisas mostram dados alarmantes sobre a dimensão da violência doméstica. Assim, delineou-se uma pesquisa objetivando analisar as repercussões da Lei Maria da Penha no enfrentamento da violência doméstica contra mulheres em Porto Alegre, a partir da visão dos profissionais que constituem a rede de atendimento a essas mulheres. Trata-se de uma pesquisa qualitativa, do tipo exploratório-descritiva, com análise de conteúdo proposta por Bardin (2004). Foram entrevistados sete profissionais que atuam na rede de atendimento a mulheres vítimas de violência de Porto Alegre em três instâncias: social, jurídica e de saúde. Os dados revelam que a Lei promoveu mudanças no campo da prevenção da violência, da assistência a mulheres e da punição aos agressores, como o aumento da visibilidade conferida a este fenômeno, o empoderamento das mulheres, a existência de possibilidades de aplicação de medidas protetivas de urgência e criação de Juizados de Violência Doméstica e Familiar, entre outras mudanças. O estudo permitiu concluir que apesar dos avanços no cenário de atendimento a mulheres vítimas de violência, são, ainda, necessários investimentos em capacitações dos profissionais que atuam neste cenário, na inclusão do tema violência contra mulheres e relações de gênero em currículos acadêmicos e escolares, com vistas a promover uma maior capacitação dos profissionais para atuarem na rede e o fortalecimento da Lei Maria da Penha, a primeira Lei federal de combate à violência contra mulheres no Brasil.
Tipo Trabalho de conclusão de graduação
URI http://hdl.handle.net/10183/24405
Arquivos Descrição Formato
000747123.pdf (1.246Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.