Repositório Digital

A- A A+

Reflexões preliminares sobre a relação entre a ocorrência de prematuridade em bebês e a qualidade do pré-natal das mães

.

Reflexões preliminares sobre a relação entre a ocorrência de prematuridade em bebês e a qualidade do pré-natal das mães

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Reflexões preliminares sobre a relação entre a ocorrência de prematuridade em bebês e a qualidade do pré-natal das mães
Autor Bosio, Andrea da Silva Crespo
Orientador Raupp, Barbara
Data 2010
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Faculdade de Educação. Curso de Especialização em Práticas Pedagógicas para a Educação em Serviços de Saúde.
Assunto Bebê
Grupo Hospitalar Conceição.
Parto
Prevenção
Resumo O presente trabalho trata-se de uma pesquisa qualitativa com abordagem compreensiva com apoio na hermenêutica. Almeja identificar e refletir sobre alguns aspectos relacionados ao pré-natal de mães com recém-nascidos prematuros internados na Unidade de Terapia Intensiva do Hospital da Criança Conceição, saber como foi e qual sua qualidade. Também, conhecer o perfil destas mães e identificar dados referentes ao nascimento e as complicações apresentadas por esses prematuros. Com base no conhecimento produzido, reforçar os pontos positivos e fazer sugestões para aprimorar o programa de pré-natal na atenção primária, no setor de alto risco e o processo de trabalho na terapia intensiva neonatal do Grupo Hospitalar Conceição. Participaram do estudo oito mães de bebês prematuros nascidos com peso inferior a 1500 gramas e idade gestacional inferior a 34 semanas que estiveram internados na UTI Neonatal do HCC nos meses de março e de abril. Foi utilizada uma entrevista semi-estruturada como um dos instrumentos para a realização do estudo, que foi registrada em gravação para posterior análise. Outro recurso foi coleta de dados secundários em prontuário do recém-nascido. Foi identificada a adesão ao programa de pré-natal, dados referentes ao nascimento destes prematuros, causas que justificariam a internação dos bebês em UTI Neonatal e o desfecho da mesma, quando este ocorreu no período de desenvolvimento da pesquisa. Os resultados mostraram que estas mães são jovens, com níveis variados de escolaridade, renda familiar de um a quatro salários mínimos, casadas ou com companheiro em sua maioria, sendo esta a primeira ou a segunda gestação. São provenientes de Porto Alegre, da região metropolitana e do interior do estado. Utilizam serviços de atenção primária para consultas, vacinas e pré-natal. Suas experiências nestes serviços são bem variadas. Algumas relataram vivenciarem situações de cuidado e de dedicação, outras nem tanto. Em alguns locais as dúvidas são esclarecidas, as consultas e os exames são realizados e feitos em tempo e condições adequadas. Já em outros são gerados traumas em decorrência da falta de estrutura, de cuidado e de humanização. O número de consultas variou entre três e seis, sendo que a idade gestacional de nascimento desses bebês foi entre 27 e 34 semanas. As mães em quase sua totalidade não sabiam que teriam filhos prematuros e nunca tinham entrado em uma UTI Neonatal. Achavam que era um local apenas para o filho ganhar peso, desconhecendo todas as complicações e sequelas que podem advir de um nascimento prematuro. Os bebês passaram por muitos procedimentos e intervenções, entretanto o desfecho dos casos têm sido satisfatório em sua maioria. Estes resultados podem servir para sensibilizar mães, profissionais de saúde e gestores para atuarem na prevenção e na excelência do cuidado, visando evitar, quando possível, ou ao menos postergar um parto prematuro. Assim, teremos menos bebês e famílias expostas a tantos riscos com repercussões que podem se estender por toda uma vida.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/32949
Arquivos Descrição Formato
000760057.pdf (261.4Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.