Repositório Digital

A- A A+

Judicialização do acesso a medicamentos: perfil dos usuários residentes no município de Pelotas/RS, janeiro de 2012

.

Judicialização do acesso a medicamentos: perfil dos usuários residentes no município de Pelotas/RS, janeiro de 2012

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Judicialização do acesso a medicamentos: perfil dos usuários residentes no município de Pelotas/RS, janeiro de 2012
Autor Fredes, Mara Elis Ferreira
Orientador Pinheiro, Ivan Antonio
Data 2012
Nível Especialização
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Escola de Administração. Curso de Especialização em Gestão em Saúde UAB.
Assunto Assistência farmacêutica
Gestão em saúde
Judicialização
Politica nacional de medicamentos
Sistema Único de Saúde
Resumo A crescente demanda judicial que visa à solicitação de medicamentos é fato preocupante em praticamente todas as regiões do Estado do Rio Grande do Sul, assim como nos outros estados da federação. Na região da Terceira Coordenadoria de Saúde o número de usuários atendidos por demandas judiciais é expressivo, sendo que os residentes no município de Pelotas totalizam 45% dessa demanda. Fato significativo para a Gestão da Assistência Farmacêutica, pois o município é importante polo de saúde e suas ações trazem reflexos importantes nos índices de qualidade das ações desenvolvidas na região, fato que tem mobilizado representantes da administração estadual e municipal, do controle social e representantes das entidades do direito a proporem alternativas no sentido de identificar as causas que levam a esse expressivo percentual de usuários que recorrem a via judicial como forma da garantir o acesso aos medicamentos. O fenômeno da judicialização além da preocupação com a questão do financiamento, também serve de instrumento para avaliação da Gestão, quando oportuniza aos gestores utilizar dados significantes para avaliar as causas determinantes, que podem indicar falhas no sistema público de saúde, com padronização de medicamentos pelo SUS que não atendem aos direitos Constitucionais de Universalidade e Integralidade; bem como indicar deficiência na Gestão municipal dificultando o acesso aos medicamentos.
Tipo Trabalho de conclusão de especialização
URI http://hdl.handle.net/10183/67730
Arquivos Descrição Formato
000871049.pdf (563.5Kb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.