Repositório Digital

A- A A+

Razões e realidades no modo como as professoras de inglês como língua estrangeira de escola pública avaliam seus alunos

.

Razões e realidades no modo como as professoras de inglês como língua estrangeira de escola pública avaliam seus alunos

Mostrar registro completo

Estatísticas

Título Razões e realidades no modo como as professoras de inglês como língua estrangeira de escola pública avaliam seus alunos
Autor Lucena, Maria Inêz Probst
Orientador Garcez, Pedro de Moraes
Data 2006
Nível Doutorado
Instituição Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Instituto de Letras. Programa de Pós-Graduação em Letras.
Assunto Avaliação da aprendizagem
Avaliação escolar
Ensino e aprendizagem
Escola pública
Língua estrangeira
Língua inglesa
Lingüística aplicada
Resumo Este estudo investiga as razões e realidades presentes no modo como as professoras de Inglês como Língua Estrangeira (LE) de uma escola pública avaliam seus alunos. Desenvolvido numa perspectiva etnográfica, o objetivo deste estudo qualitativo e interpretativo é aumentar o conhecimento sobre a avaliação em LE, com base na análise de dados, gerados em observações de aulas, entrevistas, notas de campo e documentos. Fundamentada em estudos que tratam da questão das pedagogias implícitas, da avaliação educacional e das práticas avaliativas dos professores de Língua Estrangeira, esta pesquisa está situada na área da Lingüística Aplicada, conduzida com base em uma perspectiva crítica e política de ensino de LE. Além disso, o estudo busca uma explicação sociológica através do conceito de habitus, de Bourdieu (1990, 2003, 2004, entre outros), no sentido de explicar as práticas individuais e coletivas. A análise mostra que as professoras apresentam um padrão coletivo em relação à avaliação da aprendizagem. Esse padrão revela que as práticas avaliativas das participantes deste estudo são dissonantes das diretrizes do colégio e que há uma seletividade do conteúdo e atividades que vão ser ensinadas, de acordo com o que é e não é considerado avaliável pelas professoras. Nota-se também que o livro-texto guia a organização das tarefas, como modo de garantir a apresentação de um conteúdo “concreto”, que poderá ser avaliado. Os resultados mostram ainda que a avaliação é utilizada com a função de envolver e controlar os alunos diante da falta de interesse. Nesse sentido, as professoras procuram promover uma motivação extrínseca, utilizando práticas avaliativas que garantam a atenção e disciplina em sala de aula. Em contrapartida, essas professoras procuram uma aproximação e um envolvimento afetivo com os alunos. Elas parecem considerar que muitas dificuldades para a avaliação provém do status da disciplina de LE na escola pública. Há também evidências que a avaliação é baseada nas experiências pessoais das participantes, no entanto o grupo de professores de LE aparece como um elemento importante para a escolha e legitimação de suas práticas. Por fim, parece que muito da compreensão que as professoras têm sobre ensino de LE é baseada na idealização de um perfil de aluno e de uma situação de ensino que não encontram na escola regular, o que parece dificultar as ações dessas docentes em relação às suas práticas avaliativas. Os resultados deste trabalho contribuem para a literatura sobre avaliação em LE e para a metodologia, prática de ensino e formação de professores.
Abstract This study investigates the reasons and realities present in the way English as Foreign Language (EFL) teachers from a public school evaluate their students. Developed through an ethnographic perspective, the objective of this qualitative and interpretative study is to increase the knowledge about the evaluation system in foreign language teaching based on the analysis of information obtained through observation in classrooms, interviews, field notes, and documents. Based on studies that deal with the subject of implicit pedagogies, educational evaluation, and the teachers’ methods of evaluation, this study is placed in the area of Applied Linguistics, conducted with a critical perspective and based on the Foreign Language Teaching principles. The study also seeks a sociological explanation through the concept of habitus by Bourdieu, in order to explain the individual and collective practices (Bourdieu, 1990, 2003, 2004). The analysis showed that the teachers present a collective pattern in relation to evaluating learning. This pattern reveals that the evaluation methods of the participants of this study are in disagreement with the school’s guidelines and that there is selectivity in the content and activities that are going to be taught, according to what can or cannot be evaluated by the teachers. It was also noted, that the text used determines the organization of the activities, as a way to guarantee the presentation of a “concrete” content which can be evaluated. The results showed yet, that the evaluation is used as a method to involve and control the students who lack interest in the class. In that sense, the teachers try to promote an extrinsic motivation, utilizing evaluation methods that guarantee attention and discipline in the classroom. To compensate, the teachers try to get close to the students and show them affection. The participants seem to consider that much of the difficulty to make an evaluation comes from the status of the discipline in EFL classes in public schools. There is also evidence that the evaluation is based on personal experiences of the participants; however the group of EFL teachers appears as an important element for the choice and legitimacy of their methods. Finally, it seems that much of the teachers’ understanding about teaching is based on the idealization of a student profile and a teaching situation that they did not find in the regular school which seems to hinder their actions in relation to the evaluation methods. The results of this project contribute as literature about the evaluation process in EFL and for methodology, teaching principles and teacher training
Tipo Tese
URI http://hdl.handle.net/10183/8723
Arquivos Descrição Formato
000587419.pdf (3.071Mb) Texto completo Adobe PDF Visualizar/abrir

Este item está licenciado na Creative Commons License

Este item aparece na(s) seguinte(s) coleção(ões)


Mostrar registro completo

Percorrer



  • O autor é titular dos direitos autorais dos documentos disponíveis neste repositório e é vedada, nos termos da lei, a comercialização de qualquer espécie sem sua autorização prévia.
    Projeto gráfico elaborado pelo Caixola - Clube de Criação Fabico/UFRGS Powered by DSpace software, Version 1.8.1.